ROSALBA TENTA ESCONDER O ROMBO NAS CONTAS DA PREFEITURA E O EFEITO BOLA DE NEVE

10 de Maio de 2019 | 15:14hs

Um dos piores crimes cometidos pela prefeita Rosalba Ciarlini nessa sua quarta gestão à frente da Prefeitura de Mossoró é esconder da população a bola de neve que se formou com os débitos existentes da Prefeitura.

Estima-se, por baixo, que a Prefeitura de Mossoró deva hoje cerca de 250 milhões de reais.

Dívida com fornecedores, principalmente.

Quem presta serviços a Prefeitura de Mossoró sabe que todo mês é feita uma escolha de Sofia. Os que recebem naquele mês e os que ficam de fora. É um sistema de rodízio.

E quem recebe, geralmente é apenas uma parte.

As principais dívidas são na área de saúde.

Hoje só fornece a Prefeitura de Mossoró quem tem pano pra manga. E quem tem influência no Palácio da Resistência. O mais fraco nem consegue ser atendido. Leva calote direto, puro e simples.

Pelas informações que tenho é uma bola de neve. Cresce a cada mês. As contas são impagáveis.

A estratégia de Rosalba é segurar a bola de neve sem estourar até o fim da próxima campanha eleitoral. Para isso, vai ter que operar malabarismo de primeira grandeza.

A prefeita sequer cogita em abrir o jogo com a população, ser franca, mostrar os números.

Mantém um faz de conta. E vai pagando assim, um sim, outros não.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

ROSALBA TENTA ESCONDER O ROMBO NAS CONTAS DA PREFEITURA E O EFEITO BOLA DE NEVE

10 de Maio de 2019 | 15:14hs
Imagem [0]

Um dos piores crimes cometidos pela prefeita Rosalba Ciarlini nessa sua quarta gestão à frente da Prefeitura de Mossoró é esconder da população a bola de neve que se formou com os débitos existentes da Prefeitura.

Estima-se, por baixo, que a Prefeitura de Mossoró deva hoje cerca de 250 milhões de reais.

Dívida com fornecedores, principalmente.

Quem presta serviços a Prefeitura de Mossoró sabe que todo mês é feita uma escolha de Sofia. Os que recebem naquele mês e os que ficam de fora. É um sistema de rodízio.

E quem recebe, geralmente é apenas uma parte.

As principais dívidas são na área de saúde.

Hoje só fornece a Prefeitura de Mossoró quem tem pano pra manga. E quem tem influência no Palácio da Resistência. O mais fraco nem consegue ser atendido. Leva calote direto, puro e simples.

Pelas informações que tenho é uma bola de neve. Cresce a cada mês. As contas são impagáveis.

A estratégia de Rosalba é segurar a bola de neve sem estourar até o fim da próxima campanha eleitoral. Para isso, vai ter que operar malabarismo de primeira grandeza.

A prefeita sequer cogita em abrir o jogo com a população, ser franca, mostrar os números.

Mantém um faz de conta. E vai pagando assim, um sim, outros não.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br