ROSALBA ABRE NEGOCIAÇÕES PARA VIABILIZAR EMPRÉSTIMO MILIONÁRIO PARA O MUNICÍPIO

30 de Agosto de 2019 | 08:14hs

O assunto é tratado a sete chaves no Palácio da Resistência.

Está em gestação a contratação de um empréstimo na ordem de R$ 190 milhões para a Prefeitura de Mossoró.

Um empréstimo vultoso que vai comprometer as finanças municipais pelos próximos anos.

Carlos Augusto Rosado é o mentor da operação financeira, vem ultimamente dedicando boa parte do seu tempo na montagem das engrenagens para concretizar o financiamento.

Ainda não se sabe exatamente qual a via a ser utilizada para obtenção do recurso extra. Se será numa instituição bancária nacional ou por uma via externa e o comprometimento das garantias reais, tipo antecipação de receitas.

Sabe-se apenas que o município já providenciou toda a documentação necessária e de desvencilhou dos entraves burocráticos, tipo obtenção de todas as certidões necessárias.

Todas as garantias para o crédito e o aval federal também está sendo negociado.

O próximo passo será o entendimento com a Câmara Municipal, a quem cabe aprovar a operação financeira em curso.

A projeção palaciana é que até o final do ano tudo estaria concluído. Para que em 2020 o voo seja em céu de brigadeiro.

 

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

ROSALBA ABRE NEGOCIAÇÕES PARA VIABILIZAR EMPRÉSTIMO MILIONÁRIO PARA O MUNICÍPIO

30 de Agosto de 2019 | 08:14hs
Imagem [0]

O assunto é tratado a sete chaves no Palácio da Resistência.

Está em gestação a contratação de um empréstimo na ordem de R$ 190 milhões para a Prefeitura de Mossoró.

Um empréstimo vultoso que vai comprometer as finanças municipais pelos próximos anos.

Carlos Augusto Rosado é o mentor da operação financeira, vem ultimamente dedicando boa parte do seu tempo na montagem das engrenagens para concretizar o financiamento.

Ainda não se sabe exatamente qual a via a ser utilizada para obtenção do recurso extra. Se será numa instituição bancária nacional ou por uma via externa e o comprometimento das garantias reais, tipo antecipação de receitas.

Sabe-se apenas que o município já providenciou toda a documentação necessária e de desvencilhou dos entraves burocráticos, tipo obtenção de todas as certidões necessárias.

Todas as garantias para o crédito e o aval federal também está sendo negociado.

O próximo passo será o entendimento com a Câmara Municipal, a quem cabe aprovar a operação financeira em curso.

A projeção palaciana é que até o final do ano tudo estaria concluído. Para que em 2020 o voo seja em céu de brigadeiro.

 

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br