PT PRATICAMENTE JÁ BATEU O MARTELO SOBRE A CANDIDATURA DE ISOLDA EM MOSSORÓ

03 de Outubro de 2019 | 10:46hs

A passagem da governadora Fátima Bezerra por Mossoró na última semana serviu para deixar bem claro seu projeto para a sucessão municipal em 2020.

Fátima trouxe a deputada Isolda Dantas a tiracolo, grudada, demonstrando com todas as letras que a vez de disputar a Prefeitura é de Isolda. A deputada já disse em grupos internos que não desejaria disputar a Prefeitura, dando preferência ao mandato legislativo, mas se o partido assim definir ela topa a missão. E o PT já decidiu: é Isolda.

O PT só abriria mão de uma candidatura própria em Mossoró por duas razões. A primeira seria uma grande impopularidade do governo Fátima Bezerra no período da eleição associado a pesquisas que mostrem Isolda como candidata inviável.

Nem uma coisa nem outra estão configuradas neste momento e dificilmente caminharão para esse cenário catastrófico do ponto de vista eleitoral.

Sendo assim, Isolda é o projeto petista para Mossoró.

E para montar o palanque de Isolda, Fátima sinalizou os caminhos que pretende tomar. A governadora nomeou Fafá Rosado para um cargo na área de saúde, atraindo a ex-prefeita para um futuro palanque.

Ela também investe na atração da ex-prefeita Cláudia Regina e do vereador Petras, tendo aberto conversas com a dupla nesse sentido. A governador também já assegurou a presença do PSB no palanque de Mossoró.

Numa outra frente, Fátima Bezerra está convicta que manterá Gutemberg Dias e seu PCdoB, no palanque de Isolda.

Desta forma, um palanque com Fafá, Cláudia Regina e Gutemberg, é um bom sinalizador para demonstrar que Isolda vem forte. “O PT não será pato morto em 2020 em Mossoró”, avisa um líder petista.

O martelo tá batido e o nome é Isolda para 2020.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

PT PRATICAMENTE JÁ BATEU O MARTELO SOBRE A CANDIDATURA DE ISOLDA EM MOSSORÓ

03 de Outubro de 2019 | 10:46hs
Imagem [0]

A passagem da governadora Fátima Bezerra por Mossoró na última semana serviu para deixar bem claro seu projeto para a sucessão municipal em 2020.

Fátima trouxe a deputada Isolda Dantas a tiracolo, grudada, demonstrando com todas as letras que a vez de disputar a Prefeitura é de Isolda. A deputada já disse em grupos internos que não desejaria disputar a Prefeitura, dando preferência ao mandato legislativo, mas se o partido assim definir ela topa a missão. E o PT já decidiu: é Isolda.

O PT só abriria mão de uma candidatura própria em Mossoró por duas razões. A primeira seria uma grande impopularidade do governo Fátima Bezerra no período da eleição associado a pesquisas que mostrem Isolda como candidata inviável.

Nem uma coisa nem outra estão configuradas neste momento e dificilmente caminharão para esse cenário catastrófico do ponto de vista eleitoral.

Sendo assim, Isolda é o projeto petista para Mossoró.

E para montar o palanque de Isolda, Fátima sinalizou os caminhos que pretende tomar. A governadora nomeou Fafá Rosado para um cargo na área de saúde, atraindo a ex-prefeita para um futuro palanque.

Ela também investe na atração da ex-prefeita Cláudia Regina e do vereador Petras, tendo aberto conversas com a dupla nesse sentido. A governador também já assegurou a presença do PSB no palanque de Mossoró.

Numa outra frente, Fátima Bezerra está convicta que manterá Gutemberg Dias e seu PCdoB, no palanque de Isolda.

Desta forma, um palanque com Fafá, Cláudia Regina e Gutemberg, é um bom sinalizador para demonstrar que Isolda vem forte. “O PT não será pato morto em 2020 em Mossoró”, avisa um líder petista.

O martelo tá batido e o nome é Isolda para 2020.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br