PARTIDOS NANICOS ESTÃO DANDO DE OLÉ NOS GRANDES NA PREPARAÇÃO DAS CHAPAS DE VEREADORES PARA 2020

08 de Julho de 2019 | 12:40hs

Tenho escrito muito sobre as eleições de 2020 e a necessidade dos partidos montarem estratégias para formação das coligações proporcionais.

A novidade em 2020 é que não serão permitidas coligações nas chapas de vereadores. Será cada um por si.

O que tenho observado, levando em conta a realidade em Mossoró, é que há alguns partidos pequenos se preparando para o jogo e invariavelmente os grandes partidos não estão nem aí pro assunto.

E isso porque serão os grandes partidos que terão as maiores dificuldades.

Em geral os pré-candidatos a vereador, sem mandato, preferem um partido bem organizado e integrado por pré-candidatos do mesmo porte que eles.

Esses fogem dos grandes partidos.

Penso que uma situação complicada é o da prefeita Rosalba Ciarlini que tem 14 vereadores em sua bancada, divididos em partidos sem nenhuma esteira, e que terá que oferecer solução para renovação de mandatos de todos eles.

E o pior disso tudo é que não existe nenhum sinal de que Carlos Augusto Rosado, articulador político de Rosalba, esteja se mexendo para desatar esse nó.

Enquanto os pequenos estão arrumando a casa, os grandes estão tontos, jogando pra frente enquanto não conseguem respostas para serem dadas.

Fazendo analogia com um time de futebol, enquanto os pequenos times estão treinando duro para o campeonato, os grandes times sequer montaram elenco.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

PARTIDOS NANICOS ESTÃO DANDO DE OLÉ NOS GRANDES NA PREPARAÇÃO DAS CHAPAS DE VEREADORES PARA 2020

08 de Julho de 2019 | 12:40hs
Imagem [0]

Tenho escrito muito sobre as eleições de 2020 e a necessidade dos partidos montarem estratégias para formação das coligações proporcionais.

A novidade em 2020 é que não serão permitidas coligações nas chapas de vereadores. Será cada um por si.

O que tenho observado, levando em conta a realidade em Mossoró, é que há alguns partidos pequenos se preparando para o jogo e invariavelmente os grandes partidos não estão nem aí pro assunto.

E isso porque serão os grandes partidos que terão as maiores dificuldades.

Em geral os pré-candidatos a vereador, sem mandato, preferem um partido bem organizado e integrado por pré-candidatos do mesmo porte que eles.

Esses fogem dos grandes partidos.

Penso que uma situação complicada é o da prefeita Rosalba Ciarlini que tem 14 vereadores em sua bancada, divididos em partidos sem nenhuma esteira, e que terá que oferecer solução para renovação de mandatos de todos eles.

E o pior disso tudo é que não existe nenhum sinal de que Carlos Augusto Rosado, articulador político de Rosalba, esteja se mexendo para desatar esse nó.

Enquanto os pequenos estão arrumando a casa, os grandes estão tontos, jogando pra frente enquanto não conseguem respostas para serem dadas.

Fazendo analogia com um time de futebol, enquanto os pequenos times estão treinando duro para o campeonato, os grandes times sequer montaram elenco.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br