OPRIMIR QUEM PENSA CONTRÁRIO É ESTRATÉGIA QUE SÓ ATRAI PARA SI NOVOS OPRESSORES

02 de Setembro de 2019 | 10:04hs

Torcedor é levado pela polícia após ter gritado palavras de protesto contra Bolsonaro na arquibancada do jogo entre Corinthians e Palmeiras

Humorista Gustavo Mendes, discutiu com pessoas da plateia durante show em Minas Gerais, porque elas não aceitaram piadas e críticas contra Jair Bolsonaro.

Home invade palco durante show de Nando Reis em Mossoró após ele criticar Bolsonaro.

Campanhas sucessivas de cancelamento em massa de assinaturas são feitas contra revistas e jornais que criticam Bolsonaro.

Basta fazer uma pesquisa no google e nos deparamos com dezenas de casos de agressão relatados por pessoas que dizem ter sido alvo por criticarem o presidente Bolsonaro.

Surpresa nenhuma neste tipo de situação.

E o que mais me surpreende é que parte desta injunção pela reação física contra o pensamento contrário tem aval de quem deveria ser ministro da harmonia, defensor da mansidão e seguidor da paz.

Me surpreende e decepciona.

Não é distribuindo gritos, socos e ameaças para oprimir o pensamento de quem diverge de mim que triunfarei com meus argumentos.

O máximo que consegue é atrair outros trogloditas para o mesmo lado.

Um exército de trogloditas.

 

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

OPRIMIR QUEM PENSA CONTRÁRIO É ESTRATÉGIA QUE SÓ ATRAI PARA SI NOVOS OPRESSORES

02 de Setembro de 2019 | 10:04hs
Imagem [0]

Torcedor é levado pela polícia após ter gritado palavras de protesto contra Bolsonaro na arquibancada do jogo entre Corinthians e Palmeiras

Humorista Gustavo Mendes, discutiu com pessoas da plateia durante show em Minas Gerais, porque elas não aceitaram piadas e críticas contra Jair Bolsonaro.

Home invade palco durante show de Nando Reis em Mossoró após ele criticar Bolsonaro.

Campanhas sucessivas de cancelamento em massa de assinaturas são feitas contra revistas e jornais que criticam Bolsonaro.

Basta fazer uma pesquisa no google e nos deparamos com dezenas de casos de agressão relatados por pessoas que dizem ter sido alvo por criticarem o presidente Bolsonaro.

Surpresa nenhuma neste tipo de situação.

E o que mais me surpreende é que parte desta injunção pela reação física contra o pensamento contrário tem aval de quem deveria ser ministro da harmonia, defensor da mansidão e seguidor da paz.

Me surpreende e decepciona.

Não é distribuindo gritos, socos e ameaças para oprimir o pensamento de quem diverge de mim que triunfarei com meus argumentos.

O máximo que consegue é atrair outros trogloditas para o mesmo lado.

Um exército de trogloditas.

 

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br