O PERIGO NÃO É CARLOS BOLSONARO DEFENDENDO DITADURA, MAS A QUANTIDADE DE PESSOAS PENSANDO COMO ELE

11 de Setembro de 2019 | 08:44hs

Segundo o vereador Carlos Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, as mudanças que o Brasil precisa não podem ser conquistadas pela via democrática. Não na velocidade que ele deseja.

Para a maioria a frase significa que Carlos Bolsonaro estaria evocando medidas antidemocráticas para acelerar as mudanças desejadas.

O próprio Carlos tratou de se explicar dizendo que apenas justificou porque as mudanças estão sendo lentas, porque num processo democrático, os diálogos são mais lentos.

Se não fosse Carlos Bolsonaro quem é, e feito o que faz, e dito o que diz, eu até aceitaria a explicação dele tentando se safar do que afirmou. Ele claramente defendeu que deve se atropelar a democracia se quisermos mudar o País.

Minha preocupação maior nem é com o que afirmou o filho de Bolsonaro, afinal já sabemos que ele é fã de uma barbeiragem verbal, me preocupa a quantidade de pessoas afirmando na internet que ele tem razão.

Descontados os robôs cibernéticos que replicam tudo que os Bolsonaros postam nas redes sociais, há ainda uma considerável fatia da população que bate palminhas para a afirmação do filho. Que acham mesmo que se for necessário, uma ditadura ala Bolsonaro, seria bem vinda.

É com esses que me preocupo. Porque os malucos do poder passam, mas o sussurro dos que pensam como eles, fica ecoando.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

O PERIGO NÃO É CARLOS BOLSONARO DEFENDENDO DITADURA, MAS A QUANTIDADE DE PESSOAS PENSANDO COMO ELE

11 de Setembro de 2019 | 08:44hs
Imagem [0]

Segundo o vereador Carlos Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, as mudanças que o Brasil precisa não podem ser conquistadas pela via democrática. Não na velocidade que ele deseja.

Para a maioria a frase significa que Carlos Bolsonaro estaria evocando medidas antidemocráticas para acelerar as mudanças desejadas.

O próprio Carlos tratou de se explicar dizendo que apenas justificou porque as mudanças estão sendo lentas, porque num processo democrático, os diálogos são mais lentos.

Se não fosse Carlos Bolsonaro quem é, e feito o que faz, e dito o que diz, eu até aceitaria a explicação dele tentando se safar do que afirmou. Ele claramente defendeu que deve se atropelar a democracia se quisermos mudar o País.

Minha preocupação maior nem é com o que afirmou o filho de Bolsonaro, afinal já sabemos que ele é fã de uma barbeiragem verbal, me preocupa a quantidade de pessoas afirmando na internet que ele tem razão.

Descontados os robôs cibernéticos que replicam tudo que os Bolsonaros postam nas redes sociais, há ainda uma considerável fatia da população que bate palminhas para a afirmação do filho. Que acham mesmo que se for necessário, uma ditadura ala Bolsonaro, seria bem vinda.

É com esses que me preocupo. Porque os malucos do poder passam, mas o sussurro dos que pensam como eles, fica ecoando.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br