O ABISMO ENTRE O QUE DIZ OS RELATÓRIOS OFICIAIS SOBRE A SAÚDE EM MOSSORÓ E A DURA REALIDADE

11 de Setembro de 2019 | 08:45hs

Na última prestação de contas que enviou a Câmara Municipal de Mossoró, semana passada, a prefeita Rosalba Ciarlini enviou um retrato da saúde pública na cidade como algo que anda, senão às mil maravilhas, mas normalíssimo.

Saúde não é problema em Mossoró, diz Rosalba.

O quadro é bem diferente na realidade do que o pintado em relatórios oficiais.

Os serviços especializados de saúde contratados pelo município completaram cinco meses em atraso.

Os serviços especializados da Maternidade Almeida Castro chegaram ao terceiro mês sem pagamentos.

A falta de medicamentos e equipamentos básicos nas Unidades de Saúde virou uma rotina que piora dia-a-dia.

As UPAs se arrastam sem o mínimo de estrutura.

Qualquer cidadão que quiser tirar a limpo a informação basta visitar uma UBS e verá.

A dúvida existente é apenas sobre há quantos Rosalba conseguirá ainda enganar com o discurso de que vai tudo bem?

Porque os que precisam do serviço e comprovam a realidade, esses já não podem mais ser enganados.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

O ABISMO ENTRE O QUE DIZ OS RELATÓRIOS OFICIAIS SOBRE A SAÚDE EM MOSSORÓ E A DURA REALIDADE

11 de Setembro de 2019 | 08:45hs
Imagem [0]

Na última prestação de contas que enviou a Câmara Municipal de Mossoró, semana passada, a prefeita Rosalba Ciarlini enviou um retrato da saúde pública na cidade como algo que anda, senão às mil maravilhas, mas normalíssimo.

Saúde não é problema em Mossoró, diz Rosalba.

O quadro é bem diferente na realidade do que o pintado em relatórios oficiais.

Os serviços especializados de saúde contratados pelo município completaram cinco meses em atraso.

Os serviços especializados da Maternidade Almeida Castro chegaram ao terceiro mês sem pagamentos.

A falta de medicamentos e equipamentos básicos nas Unidades de Saúde virou uma rotina que piora dia-a-dia.

As UPAs se arrastam sem o mínimo de estrutura.

Qualquer cidadão que quiser tirar a limpo a informação basta visitar uma UBS e verá.

A dúvida existente é apenas sobre há quantos Rosalba conseguirá ainda enganar com o discurso de que vai tudo bem?

Porque os que precisam do serviço e comprovam a realidade, esses já não podem mais ser enganados.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br