NOTAS POLÍTICAS EM 15/02/2018- QUINTA-FEIRA PÓS CARNAVAL

15 de Fevereiro de 2018 | 12:36hs

NOTAS POLÍTICAS EM 15/02/2018- QUINTA-FEIRA PÓS CARNAVAL

PROJETO DE CHAPA NOVA PARA 2018

Muito se fala nos últimos dias na formação de uma chapa composta por pessoas que não tem militância política ativa para disputar o Governo do Estado. A presença de Flávio Rocha, dia 21/02, em Natal, para lançar o Movimento Brasil 200 no Rio Grande do Norte teria o intuito de formatar essa chapa. Entre os nomes citados para integrar a chapa estão Tião Couto, Marcelo Alecrim, Luiz Carlos Barcelos e o próprio Flávio Rocha.

 

FATOS VERDADEIROS NA NOTÍCIA

É bem verdade que os representantes do segmento empresarial vêm se reunindo para discutir uma participação política direta no pleito de 2018. Também é verdade que Flávio Rocha virá a Natal para lançar o Movimento Brasil 200 que prega um ativismo político em defesa das ideias de livre mercado. O que está faltando para o projeto sair do papel é justamente o compromisso concreto dos setores produtivos com o projeto político em si.

 

OU SAI OU PÁRA

A presença de Flávio Rocha na semana que vem no Estado, pode ser sim um gatilho para disparar esse novo projeto político no RN. Tudo dependerá da capacidade de Flávio e de outros empresários mais envolvidos com essa ideia de concretizar o que tem sido até agora esboços informais.  A passagem de Flávio Rocha pelo RN será um divisor de águas para o novo projeto sair do pape, ou não.

 

CONVICÇÃO SOBRE RENÚNCIA DE ROBINSON

Nas andanças no período de carnaval ouvi muitos leitores me questionando sobre esta convicção que tenho de que Robinson Faria irá renunciar ao Governo do Estado. É simples, tenho dito. Uma questão lógica: Robinson não tem condições de se reeleger governador, mas é viável ser eleito deputado estadual. Ter um mandato é uma condição necessária para Robinson não perder o foro privilegiado. Portanto...

 

JULGAMENTO NA SEMANA QUE VEM

A vereadora Sandra Rosado aguarda para terça-feira da semana que vem o julgamento do recurso no TRF 5 região, que ela impetrou rebatendo a condenação criminal em primeira instância a 9 anos e 2 meses de prisão. No mundo jurídico o comentário mais comum é que é muito improvável que a vereadora reverta a condenação. Mas ninguém duvida da possibilidade de adiamentos do julgamento.  

 

HOSPITAL DE MOSSORÓ É SONHO DE ROBINSON

O governador Robinson Faria pretende usar como argumento eleitoral em Mossoró o início das obras do Hospital da Mulher, orçado em mais de 50 milhões de reais. O problema é que agora que foi assinada a ordem de serviço, porém, vislumbra-se no futuro enormes dificuldades para manter esse hospital em funcionamento. Dinheiro para fazer o prédio existe, mas o funcionamento é que será um problema.

 

MOTIVOU-SE APÓS O CARNAVAL

O prefeito natalenses, Carlos Eduardo Alves, ganhou fôlego com o projeto de disputar o Governo do Estado. A folia de momo motivou Carlos. Após realizar um carnaval tranquilo na Capital, o prefeito acredita que ganhará apoio da população no novo projeto. O maior problema de Carlos é a falta de projeção além das fronteiras natalenses.

 

 

 

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

NOTAS POLÍTICAS EM 15/02/2018- QUINTA-FEIRA PÓS CARNAVAL

15 de Fevereiro de 2018 | 12:36hs
Imagem [0]

NOTAS POLÍTICAS EM 15/02/2018- QUINTA-FEIRA PÓS CARNAVAL

PROJETO DE CHAPA NOVA PARA 2018

Muito se fala nos últimos dias na formação de uma chapa composta por pessoas que não tem militância política ativa para disputar o Governo do Estado. A presença de Flávio Rocha, dia 21/02, em Natal, para lançar o Movimento Brasil 200 no Rio Grande do Norte teria o intuito de formatar essa chapa. Entre os nomes citados para integrar a chapa estão Tião Couto, Marcelo Alecrim, Luiz Carlos Barcelos e o próprio Flávio Rocha.

 

FATOS VERDADEIROS NA NOTÍCIA

É bem verdade que os representantes do segmento empresarial vêm se reunindo para discutir uma participação política direta no pleito de 2018. Também é verdade que Flávio Rocha virá a Natal para lançar o Movimento Brasil 200 que prega um ativismo político em defesa das ideias de livre mercado. O que está faltando para o projeto sair do papel é justamente o compromisso concreto dos setores produtivos com o projeto político em si.

 

OU SAI OU PÁRA

A presença de Flávio Rocha na semana que vem no Estado, pode ser sim um gatilho para disparar esse novo projeto político no RN. Tudo dependerá da capacidade de Flávio e de outros empresários mais envolvidos com essa ideia de concretizar o que tem sido até agora esboços informais.  A passagem de Flávio Rocha pelo RN será um divisor de águas para o novo projeto sair do pape, ou não.

 

CONVICÇÃO SOBRE RENÚNCIA DE ROBINSON

Nas andanças no período de carnaval ouvi muitos leitores me questionando sobre esta convicção que tenho de que Robinson Faria irá renunciar ao Governo do Estado. É simples, tenho dito. Uma questão lógica: Robinson não tem condições de se reeleger governador, mas é viável ser eleito deputado estadual. Ter um mandato é uma condição necessária para Robinson não perder o foro privilegiado. Portanto...

 

JULGAMENTO NA SEMANA QUE VEM

A vereadora Sandra Rosado aguarda para terça-feira da semana que vem o julgamento do recurso no TRF 5 região, que ela impetrou rebatendo a condenação criminal em primeira instância a 9 anos e 2 meses de prisão. No mundo jurídico o comentário mais comum é que é muito improvável que a vereadora reverta a condenação. Mas ninguém duvida da possibilidade de adiamentos do julgamento.  

 

HOSPITAL DE MOSSORÓ É SONHO DE ROBINSON

O governador Robinson Faria pretende usar como argumento eleitoral em Mossoró o início das obras do Hospital da Mulher, orçado em mais de 50 milhões de reais. O problema é que agora que foi assinada a ordem de serviço, porém, vislumbra-se no futuro enormes dificuldades para manter esse hospital em funcionamento. Dinheiro para fazer o prédio existe, mas o funcionamento é que será um problema.

 

MOTIVOU-SE APÓS O CARNAVAL

O prefeito natalenses, Carlos Eduardo Alves, ganhou fôlego com o projeto de disputar o Governo do Estado. A folia de momo motivou Carlos. Após realizar um carnaval tranquilo na Capital, o prefeito acredita que ganhará apoio da população no novo projeto. O maior problema de Carlos é a falta de projeção além das fronteiras natalenses.

 

 

 

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br