NOITE DE TERROR EM MOSSORÓ COM 5 HOMICÍDIOS APÓS ASSASSINATO DE POLICIAL

22 de Março de 2016 | 09:16hs

Seis pessoas foram mortas no final da tarde e início da noite de ontem, 21 de março de 2016, na cidade de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte.

A primeira ocorrência foi registrada no centro da cidade por volta de 16 horas. O policial Militar Wildney Alves de Andrade, de 33 anos de idade, foi morto dentro de um cartório após reagir a um assalto e trocar tiros com os bandidos.

Segundo informações, o policial foi ao cartório acompanhado com a esposa e quando entrou no estabelecimento foi feito refém juntamente com a esposa e os demais cientes, que já estavam lá dentro.

Wildney teria reagido acertando um dos bandidos, mas foi baleado por outro meliante e morreu quando estava sendo socorrido para o Hospital Tarcísio Maia.

O bandido conseguiu fugir, deixando para trás uma motocicleta com registro de furto ou roubo e uma pistola utilizada no crime.

A segunda ocorrência foi registrada no bairro Aeroporto, já no início da noite. Leonardo Pereira de Souza de 22 anos de idade, natural do Estado do Piauí, foi baleado e socorrido para o Tarcísio Maia, mas não resistiu.

A polícia tomou conhecimento do caso, mas ainda não tem muitas informações sobre a ocorrência.

A terceira ocorrência foi registrada no início da noite na região do Ouro Negro. Clayton Borges Machado “Cleitinho” de 29 anos de idade, foi morto na Rua Cicero Gabriel Rodrigues, onde morava.

Segundo informações, ele estava num bar quando foi surpreendido por dois indivíduos que chegaram ao local numa motocicleta grande e fugiram logo após o crime.

A vítima ainda tentou correr, mas foi alcançado e morto a poucos metros do local onde foi abordado pelos atiradores.

A quarta morte aconteceu na região do Nova Vida, “Malvinas” no Alto de São Manoel. Uma pessoa ainda sem identificação deu entrada ferido a bala na Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel, mas morreu momentos depois.

A quinta ocorrência com uma pessoa ferida aconteceu na Rua João Damásio no Belo Horizonte. Um jovem ainda sem identificação, foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro, mas não resistiu.

A sexta ocorrência, Vinicius Carlos Jales, 18 anos, foi baleado com levou três tiros na cabeça e morreu no Hospital Regional Tarcísio Maia após ser socorrido. Ele estava acompanhado da namorada Maria José Alexandre da Silva. A moça foi atingida de raspão na cabeça e aparentemente não corre riscos de morte.

O atentado aconteceu numa rua próxima a Escola Raimunda Nogueira do Couto. O casal estava de bicicleta e foi surpreendido por uma dupla de motocicleta.

A família desconhece envolvimento de Vinicius com Ilícitos, mas segundo informações de uma pessoa próxima da família, a moça namorada dele é mulher de um apenado que cumpre pena num dos presídios de Mossoró.

O Câmera

Publicidade

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

NOITE DE TERROR EM MOSSORÓ COM 5 HOMICÍDIOS APÓS ASSASSINATO DE POLICIAL

22 de Março de 2016 | 09:16hs
Imagem [0]

Seis pessoas foram mortas no final da tarde e início da noite de ontem, 21 de março de 2016, na cidade de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte.

A primeira ocorrência foi registrada no centro da cidade por volta de 16 horas. O policial Militar Wildney Alves de Andrade, de 33 anos de idade, foi morto dentro de um cartório após reagir a um assalto e trocar tiros com os bandidos.

Segundo informações, o policial foi ao cartório acompanhado com a esposa e quando entrou no estabelecimento foi feito refém juntamente com a esposa e os demais cientes, que já estavam lá dentro.

Wildney teria reagido acertando um dos bandidos, mas foi baleado por outro meliante e morreu quando estava sendo socorrido para o Hospital Tarcísio Maia.

O bandido conseguiu fugir, deixando para trás uma motocicleta com registro de furto ou roubo e uma pistola utilizada no crime.

A segunda ocorrência foi registrada no bairro Aeroporto, já no início da noite. Leonardo Pereira de Souza de 22 anos de idade, natural do Estado do Piauí, foi baleado e socorrido para o Tarcísio Maia, mas não resistiu.

A polícia tomou conhecimento do caso, mas ainda não tem muitas informações sobre a ocorrência.

A terceira ocorrência foi registrada no início da noite na região do Ouro Negro. Clayton Borges Machado “Cleitinho” de 29 anos de idade, foi morto na Rua Cicero Gabriel Rodrigues, onde morava.

Segundo informações, ele estava num bar quando foi surpreendido por dois indivíduos que chegaram ao local numa motocicleta grande e fugiram logo após o crime.

A vítima ainda tentou correr, mas foi alcançado e morto a poucos metros do local onde foi abordado pelos atiradores.

A quarta morte aconteceu na região do Nova Vida, “Malvinas” no Alto de São Manoel. Uma pessoa ainda sem identificação deu entrada ferido a bala na Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel, mas morreu momentos depois.

A quinta ocorrência com uma pessoa ferida aconteceu na Rua João Damásio no Belo Horizonte. Um jovem ainda sem identificação, foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro, mas não resistiu.

A sexta ocorrência, Vinicius Carlos Jales, 18 anos, foi baleado com levou três tiros na cabeça e morreu no Hospital Regional Tarcísio Maia após ser socorrido. Ele estava acompanhado da namorada Maria José Alexandre da Silva. A moça foi atingida de raspão na cabeça e aparentemente não corre riscos de morte.

O atentado aconteceu numa rua próxima a Escola Raimunda Nogueira do Couto. O casal estava de bicicleta e foi surpreendido por uma dupla de motocicleta.

A família desconhece envolvimento de Vinicius com Ilícitos, mas segundo informações de uma pessoa próxima da família, a moça namorada dele é mulher de um apenado que cumpre pena num dos presídios de Mossoró.

O Câmera

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br