NINGUÉM AINDA EXPLICOU COMO GOVERNO DO RN VAI EQUILIBRAR CONTAS PERDENDO OS ROYALTIES PARA OS BANCOS

12 de Março de 2019 | 15:55hs

O Governo do RN já dá como certo o empréstimo que receberá dos bancos, como antecipação de royalties do petróleo.

O Estado vai pegar cerca de 700 milhões de reais, dando como garantia pelos próximos quatro anos a grana que todo mês cai nas contas do Estado proveniente do petróleo.

E como prometeu aos servidores que entrando dinheiro a prioridade era pagar as folhas salariais em atraso, ontem mesmo a equipe de Fátima se reuniu com os sindicatos para ver como será dividido o bolo.

A grana não paga nem metade da conta. Mas já é um começo.

Enquanto o governo anuncia a boa nova da antecipação dos royalties, fico aqui fazendo algumas contas, do tipo que dona de casa faz todo dia.

Ora, se as contas estão no vermelho e todo mês o que arrecada é menos do que se gasta, o que dirá de agora em diante com a perda dos royalties para os bancos?

Vai ser menos farinha para o pirão.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

NINGUÉM AINDA EXPLICOU COMO GOVERNO DO RN VAI EQUILIBRAR CONTAS PERDENDO OS ROYALTIES PARA OS BANCOS

12 de Março de 2019 | 15:55hs
Imagem [0]

O Governo do RN já dá como certo o empréstimo que receberá dos bancos, como antecipação de royalties do petróleo.

O Estado vai pegar cerca de 700 milhões de reais, dando como garantia pelos próximos quatro anos a grana que todo mês cai nas contas do Estado proveniente do petróleo.

E como prometeu aos servidores que entrando dinheiro a prioridade era pagar as folhas salariais em atraso, ontem mesmo a equipe de Fátima se reuniu com os sindicatos para ver como será dividido o bolo.

A grana não paga nem metade da conta. Mas já é um começo.

Enquanto o governo anuncia a boa nova da antecipação dos royalties, fico aqui fazendo algumas contas, do tipo que dona de casa faz todo dia.

Ora, se as contas estão no vermelho e todo mês o que arrecada é menos do que se gasta, o que dirá de agora em diante com a perda dos royalties para os bancos?

Vai ser menos farinha para o pirão.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br