NÃO VAI SER AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE RESOLVERÁ A GRAVE CRISE DA INDÚSTRIA SALINEIRA NO RN

01 de Fevereiro de 2019 | 11:24hs

O deputado estadual Alysson Bezerra informou que pretende programar uma audiência pública na Assembleia Legislativa  para discutir a questão do sal e as dificuldades das salinas atualmente.

A intenção de Alysson é das melhores, sem dúvidas, mas temo pela pouca eficácia.

Audiências públicas sobre o sal já teve uns duas ou três na assembleia. Serve apenas para uma montanha de discursos.

O momento é crítico, merece uma ação mais eficaz do Poder Legislativo como um todo.

A concorrência com o sal do Chile, as pesadas multas e as ações judiciais que exigem redução na área de exploração, vão com certeza enterrar a produção salineira e acabar com o setor.

Os deputados estaduais em peso, a bancada federal, os segmentos organizados do setor, os movimentos populares, todos precisam deixar o ar refrigerado dos escritórios e ir em busca de solução.

E nesse caso só funciona se houver mobilização e pressão.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

NÃO VAI SER AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE RESOLVERÁ A GRAVE CRISE DA INDÚSTRIA SALINEIRA NO RN

01 de Fevereiro de 2019 | 11:24hs
Imagem [0]

O deputado estadual Alysson Bezerra informou que pretende programar uma audiência pública na Assembleia Legislativa  para discutir a questão do sal e as dificuldades das salinas atualmente.

A intenção de Alysson é das melhores, sem dúvidas, mas temo pela pouca eficácia.

Audiências públicas sobre o sal já teve uns duas ou três na assembleia. Serve apenas para uma montanha de discursos.

O momento é crítico, merece uma ação mais eficaz do Poder Legislativo como um todo.

A concorrência com o sal do Chile, as pesadas multas e as ações judiciais que exigem redução na área de exploração, vão com certeza enterrar a produção salineira e acabar com o setor.

Os deputados estaduais em peso, a bancada federal, os segmentos organizados do setor, os movimentos populares, todos precisam deixar o ar refrigerado dos escritórios e ir em busca de solução.

E nesse caso só funciona se houver mobilização e pressão.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br