NÃO SE SABE COMO ROSALBA USARÁ DINHEIRO DO EMPRÉSTIMO MILIONÁRIO, MAS ELEITORALMENTE SERVIRÁ E MUITO

19 de Outubro de 2019 | 11:03hs

A prefeita Rosalba Ciarlini está com um contrato de empréstimo milionário negociado com a Caixa Econômica Federal e aguarda apenas a Câmara Municipal autorizar a operação para fechar a negociação.

Um projeto foi enviado à Câmara. Cheio de furos e omissões

Não diz o valor exato, estima que seja “até 150 milhões de reais”.

Não diz em quanto tempo vai pagar, nem o valor das parcelas.

Não dá a menor pistas como vai gastar esse dinheiro, sinaliza apenas que seria em obras e serviços públicos. Mais genérico que isso, impossível.

Entrega de bandeja ao banco uma fatia do FPM sem dimensionar o peso que isso terá no orçamento municipal e no equilíbrio das contas. E nem quantos futuros prefeitos terão que pagar a conta para que Rosalba tenha dinheiro agora.

Um outro detalhe é a estranha necessidade de urgência para votação do projeto, quando não justifica que obras e serviços seriam tão urgentes assim.

O projeto diz ainda que a urgência é para que o empréstimo seja consolidado ainda esse ano. Estranho, muito estranho. Tem que sair esse ano de todo jeito.

O leitor, com certeza, já deve estar pensando sobre a eleição do próximo ano e sua relação com esse empréstimo.

Penso que o empréstimo vai sair.

Não sei como vão investir o dinheiro, mas tenho certeza que para a campanha de reeleição de Rosalba o empréstimo vai ajudar e muito na melhora da imagem dela.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

NÃO SE SABE COMO ROSALBA USARÁ DINHEIRO DO EMPRÉSTIMO MILIONÁRIO, MAS ELEITORALMENTE SERVIRÁ E MUITO

19 de Outubro de 2019 | 11:03hs
Imagem [0]

A prefeita Rosalba Ciarlini está com um contrato de empréstimo milionário negociado com a Caixa Econômica Federal e aguarda apenas a Câmara Municipal autorizar a operação para fechar a negociação.

Um projeto foi enviado à Câmara. Cheio de furos e omissões

Não diz o valor exato, estima que seja “até 150 milhões de reais”.

Não diz em quanto tempo vai pagar, nem o valor das parcelas.

Não dá a menor pistas como vai gastar esse dinheiro, sinaliza apenas que seria em obras e serviços públicos. Mais genérico que isso, impossível.

Entrega de bandeja ao banco uma fatia do FPM sem dimensionar o peso que isso terá no orçamento municipal e no equilíbrio das contas. E nem quantos futuros prefeitos terão que pagar a conta para que Rosalba tenha dinheiro agora.

Um outro detalhe é a estranha necessidade de urgência para votação do projeto, quando não justifica que obras e serviços seriam tão urgentes assim.

O projeto diz ainda que a urgência é para que o empréstimo seja consolidado ainda esse ano. Estranho, muito estranho. Tem que sair esse ano de todo jeito.

O leitor, com certeza, já deve estar pensando sobre a eleição do próximo ano e sua relação com esse empréstimo.

Penso que o empréstimo vai sair.

Não sei como vão investir o dinheiro, mas tenho certeza que para a campanha de reeleição de Rosalba o empréstimo vai ajudar e muito na melhora da imagem dela.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br