IMPLICADA EM ESQUEMA NA AL, ANA AUGUSTA VAI OPTAR POR DELAÇÃO OU VAI SEGURAR A ONDA SOZINHA?

03 de Junho de 2019 | 11:42hs

A decisão da ministra Laurita Vaz, do STJ, que libertou da prisão a ex-chefe de gabinete da Assembleia Legislativa, Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho, deixou no ar a sensação de que o poder pode tudo mesmo.

Há uma sensação de que existe nos bastidores duas forças se digladiando: de um lado a esperança de uma delação premiada e de outra uma força tentando evitar a todo custo que isso aconteça.

No meio da pressão, Ana Augusta. O que será que ela pensa? O que seus familiares pensam?

Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público e com a robustez das provas constantes nos autos, é bem possível que Ana Augusta não se livre de uma pena severa.

A dúvida é se ela estará disposta, antes disso, a negociar uma delação, entregando outros supostos envolvidos, em troca do abrandamento das penas?

Existe alguém que esteja sendo acobertado por Ana Augusta? E se existe, que promessas tem feito a ela para segurar seu silêncio? Conseguirá?

Não é possível prever nada, mas tenho a sensação que a delação pode ser o único caminho sensato que lhe resta.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

IMPLICADA EM ESQUEMA NA AL, ANA AUGUSTA VAI OPTAR POR DELAÇÃO OU VAI SEGURAR A ONDA SOZINHA?

03 de Junho de 2019 | 11:42hs
Imagem [0]

A decisão da ministra Laurita Vaz, do STJ, que libertou da prisão a ex-chefe de gabinete da Assembleia Legislativa, Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho, deixou no ar a sensação de que o poder pode tudo mesmo.

Há uma sensação de que existe nos bastidores duas forças se digladiando: de um lado a esperança de uma delação premiada e de outra uma força tentando evitar a todo custo que isso aconteça.

No meio da pressão, Ana Augusta. O que será que ela pensa? O que seus familiares pensam?

Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público e com a robustez das provas constantes nos autos, é bem possível que Ana Augusta não se livre de uma pena severa.

A dúvida é se ela estará disposta, antes disso, a negociar uma delação, entregando outros supostos envolvidos, em troca do abrandamento das penas?

Existe alguém que esteja sendo acobertado por Ana Augusta? E se existe, que promessas tem feito a ela para segurar seu silêncio? Conseguirá?

Não é possível prever nada, mas tenho a sensação que a delação pode ser o único caminho sensato que lhe resta.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br