EVENTO DO PL EM MOSSORÓ SERVIU PARA SINALIZAR O NOME DE JORGE COMO PRÉ-CANDIDATO QUE AGREGA

19 de Outubro de 2019 | 11:02hs

O encontro realizado pelo Partido Liberal (PL) em Mossoró na quinta-feira passada, permitiram várias leituras dos observadores da cena política local.

Eu fiz duas leituras daquele encontro.

A primeira delas foi a capacidade de Jorge do Rosário e Tião Couto, articuladores do evento, terem colocado à mesma mesa as lideranças de todos os partidos que navegam nos mares da oposição em Mossoró.

A segunda leitura o faço em cima dos discursos proferidos. Com raras exceções de alguns discursos mais polidos, houve muita exaltação ao nome de Jorge do Rosário como elemento agregador dentro dos blocos de oposição.

A respeito da leitura sobre juntar todo mundo na mesma mesa, conclui isso imaginando qual dos outros partidos teria hoje condições de fazer igual. Trazer todo mundo. O PT? O PSL? O DEM?

E entendo que a capacidade de juntar todos se deve a boa referência que possuem Jorge e Tião, principalmente pelo histórico dos dois, daí concluo que a maior chance de unificação da maior parte desse grupo tem eles como foco.

A respeito dos discursos, sem dúvida deixaram claro esse reconhecimento do nome de Jorge como o mais agregador.

Bom, e isso tudo, leva a qual caminho daqui pra frente?

Impossível responder agora, porque diante dos vários cenários seria mero exercício de futurologia.

O PT trabalha candidatura própria, mas será que em algum momento poderá perceber a inviabilidade do projeto solo e marchar para uma composição?

O PSL vai ficar no palanque de Rosalba ou vai para a oposição? Vai seguir fielmente o que determinar o General Girão, aliado de Rosalba, ou se dividirá?

O Solidariedade vai tentar investir na união das oposições ou tentará marchar por um caminho próprio?

O PL se posicionará de que forma diante da possibilidade de um palanque rachado nas oposições?

Como se vê, muitas incertezas ainda.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

EVENTO DO PL EM MOSSORÓ SERVIU PARA SINALIZAR O NOME DE JORGE COMO PRÉ-CANDIDATO QUE AGREGA

19 de Outubro de 2019 | 11:02hs
Imagem [0]

O encontro realizado pelo Partido Liberal (PL) em Mossoró na quinta-feira passada, permitiram várias leituras dos observadores da cena política local.

Eu fiz duas leituras daquele encontro.

A primeira delas foi a capacidade de Jorge do Rosário e Tião Couto, articuladores do evento, terem colocado à mesma mesa as lideranças de todos os partidos que navegam nos mares da oposição em Mossoró.

A segunda leitura o faço em cima dos discursos proferidos. Com raras exceções de alguns discursos mais polidos, houve muita exaltação ao nome de Jorge do Rosário como elemento agregador dentro dos blocos de oposição.

A respeito da leitura sobre juntar todo mundo na mesma mesa, conclui isso imaginando qual dos outros partidos teria hoje condições de fazer igual. Trazer todo mundo. O PT? O PSL? O DEM?

E entendo que a capacidade de juntar todos se deve a boa referência que possuem Jorge e Tião, principalmente pelo histórico dos dois, daí concluo que a maior chance de unificação da maior parte desse grupo tem eles como foco.

A respeito dos discursos, sem dúvida deixaram claro esse reconhecimento do nome de Jorge como o mais agregador.

Bom, e isso tudo, leva a qual caminho daqui pra frente?

Impossível responder agora, porque diante dos vários cenários seria mero exercício de futurologia.

O PT trabalha candidatura própria, mas será que em algum momento poderá perceber a inviabilidade do projeto solo e marchar para uma composição?

O PSL vai ficar no palanque de Rosalba ou vai para a oposição? Vai seguir fielmente o que determinar o General Girão, aliado de Rosalba, ou se dividirá?

O Solidariedade vai tentar investir na união das oposições ou tentará marchar por um caminho próprio?

O PL se posicionará de que forma diante da possibilidade de um palanque rachado nas oposições?

Como se vê, muitas incertezas ainda.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br