ELEIÇÕES 2020 EM UPANEMA: PREFEITO PRECISA ESCOLHER ENTRE RENAN E MONTHALGAN. OPOSIÇÃO TEM DOIS NOMES

20 de Setembro de 2019 | 10:32hs

Na cidade de Upanema, o atual prefeito Luiz Jairo (PL) não pode mais ser candidato. Ele cumpre o segundo mandato. Jairo decidiu buscar dentro de casa o nome para sua sucessão e faz acenos para Renan Mendonça, seu sobrinho e atual secretário municipal. Tudo indica que este será o nome do governismo em Upanema na eleição do ano que vem.

O problema maior para Jairo é segurar Monthalgan Fernandes, atual presidente da Câmara Municipal e que deseja disputar a Prefeitura com apoio do prefeito. Monthalgan já deixou claro que se não puder ser candidato no governismo, vai procurar outro caminho, deixando em aberto até a chance de apoiar alguém da oposição.

Na oposição, já se tem como certo que os  diretores da CLC, Célito e Jorge Luiz, não desejam ser candidatos, abrindo o espaço para uma nova via. Contudo, Jorge Luiz chegou a dizer a alguns interlocutores que o nome deve ser do MDB, não abrindo mão dessa condição para assegurar seu apoio.

Entre os nomes do MDB, despontam Joyle Fernandes e Manezinho, sendo mais provável que a escolha se dê através de pesquisa. Joyle sempre foi uma peça de bastidores, atuando na organização do partido, enquanto que Manezinho tem experiência eleitoral, chegando a ser vice-prefeito e já tendo disputado a Prefeitura.

Existem ainda o nome do empresário Marcone Messias pela oposição, mas sem aval da CLC, é provável que não permaneça entre os pré-candidatos.

O ponto maior de atenção nesse momento é para a solução que o prefeito Luiz Jairo dará para a escolha entre Renan e Monthalgan. Correndo o risco de perder o presidente da Câmara.

Na oposição, as fichas são apostadas entre Joyle e Manezinho.

A população assiste de longe, fazendo suas apostas e desde agora já começando a demonstrar suas predileções.

 

 

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

ELEIÇÕES 2020 EM UPANEMA: PREFEITO PRECISA ESCOLHER ENTRE RENAN E MONTHALGAN. OPOSIÇÃO TEM DOIS NOMES

20 de Setembro de 2019 | 10:32hs
Imagem [0]

Na cidade de Upanema, o atual prefeito Luiz Jairo (PL) não pode mais ser candidato. Ele cumpre o segundo mandato. Jairo decidiu buscar dentro de casa o nome para sua sucessão e faz acenos para Renan Mendonça, seu sobrinho e atual secretário municipal. Tudo indica que este será o nome do governismo em Upanema na eleição do ano que vem.

O problema maior para Jairo é segurar Monthalgan Fernandes, atual presidente da Câmara Municipal e que deseja disputar a Prefeitura com apoio do prefeito. Monthalgan já deixou claro que se não puder ser candidato no governismo, vai procurar outro caminho, deixando em aberto até a chance de apoiar alguém da oposição.

Na oposição, já se tem como certo que os  diretores da CLC, Célito e Jorge Luiz, não desejam ser candidatos, abrindo o espaço para uma nova via. Contudo, Jorge Luiz chegou a dizer a alguns interlocutores que o nome deve ser do MDB, não abrindo mão dessa condição para assegurar seu apoio.

Entre os nomes do MDB, despontam Joyle Fernandes e Manezinho, sendo mais provável que a escolha se dê através de pesquisa. Joyle sempre foi uma peça de bastidores, atuando na organização do partido, enquanto que Manezinho tem experiência eleitoral, chegando a ser vice-prefeito e já tendo disputado a Prefeitura.

Existem ainda o nome do empresário Marcone Messias pela oposição, mas sem aval da CLC, é provável que não permaneça entre os pré-candidatos.

O ponto maior de atenção nesse momento é para a solução que o prefeito Luiz Jairo dará para a escolha entre Renan e Monthalgan. Correndo o risco de perder o presidente da Câmara.

Na oposição, as fichas são apostadas entre Joyle e Manezinho.

A população assiste de longe, fazendo suas apostas e desde agora já começando a demonstrar suas predileções.

 

 

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br