CONVERSAS DE ALPENDRE SINALIZAM BUSCA DE UM NOME NOVO PARA 2020 EM MOSSORÓ

23 de Fevereiro de 2019 | 01:33hs

Tenho conversado com algumas pessoas nos últimos dias e me surpreende o eco unânime entre eles do pensamento sobre um nome novo para disputar a Prefeitura de Mossoró em 2020.

Ouço muito as pessoas dizerem que a cidade precisa de uma alternativa acima dos partidos e dos nomes que sempre aparecem no tabuleiro.

Pelo que estou captando dos interlocutores nessas conversas, se fala muito que se não houver uma nova opção, a reeleição de Rosalba estará sacramentada.

Tenho dito sempre nessas conversas que a reeleição de Rosalba depende muito dos resultados administrativos da gestão atual, a serem apurados no final do primeiro semestre do ano que vem.

Por outro lado, a eleição de 2018 mostrou um eleitorado a procura de novas opções, diferentes, coerentes e confiáveis.

Entre os analistas os nomes que aparecem para o enfrentamento com Rosalba são: Tião Couto, Alysson Bezerra, Isolda Dantas e Jorge do Rosário. Ou seja, aqueles que aparecem com certo protagonismo no momento político de Mossoró.

Mas, pelo que tenho ouvido há movimentos de procura por nomes novos. Conversas muitas nos bastidores. Sondagens sendo feitas.

Nomes no Judiciário. Nomes na igreja católica. Nas igrejas evangélicas.

Não sei se algum deles se encantou com a sondagem, se foi picado.

Para quem pensa que 2019, por ser ano de entressafra eleitoral, seria de pouco movimento e baixa especulação, as narrativas dos alpendres indicam que a temperatura se mantém elevada.

 

 

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

CONVERSAS DE ALPENDRE SINALIZAM BUSCA DE UM NOME NOVO PARA 2020 EM MOSSORÓ

23 de Fevereiro de 2019 | 01:33hs
Imagem [0]

Tenho conversado com algumas pessoas nos últimos dias e me surpreende o eco unânime entre eles do pensamento sobre um nome novo para disputar a Prefeitura de Mossoró em 2020.

Ouço muito as pessoas dizerem que a cidade precisa de uma alternativa acima dos partidos e dos nomes que sempre aparecem no tabuleiro.

Pelo que estou captando dos interlocutores nessas conversas, se fala muito que se não houver uma nova opção, a reeleição de Rosalba estará sacramentada.

Tenho dito sempre nessas conversas que a reeleição de Rosalba depende muito dos resultados administrativos da gestão atual, a serem apurados no final do primeiro semestre do ano que vem.

Por outro lado, a eleição de 2018 mostrou um eleitorado a procura de novas opções, diferentes, coerentes e confiáveis.

Entre os analistas os nomes que aparecem para o enfrentamento com Rosalba são: Tião Couto, Alysson Bezerra, Isolda Dantas e Jorge do Rosário. Ou seja, aqueles que aparecem com certo protagonismo no momento político de Mossoró.

Mas, pelo que tenho ouvido há movimentos de procura por nomes novos. Conversas muitas nos bastidores. Sondagens sendo feitas.

Nomes no Judiciário. Nomes na igreja católica. Nas igrejas evangélicas.

Não sei se algum deles se encantou com a sondagem, se foi picado.

Para quem pensa que 2019, por ser ano de entressafra eleitoral, seria de pouco movimento e baixa especulação, as narrativas dos alpendres indicam que a temperatura se mantém elevada.

 

 

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br