BRIGAS DIÁRIAS DE BOLSONARO SÃO CORTINA DE FUMAÇA PARA ENCOBRIR A FALTA DE GESTÃO

19 de Agosto de 2019 | 09:44hs

O presidente Jair Bolsonaro precisa ser alertado por alguém que tenha bom senso em seu entorno que tudo que ele precisa para seu governo ser um sucesso é de gestão.

Uma boa gestão vai reconduzir o Brasil aos trilhos do desenvolvimento, vai gerar aprovação popular e vai calar os oposicionistas.

A dificuldade para Bolsonaro é que uma boa gestão exige planejamento, equilíbrio e comando. Exige também paciência e sensatez.  Coisas que lhe faltam.

Com um perfil polêmico e uma demonstração clara de desconhecimento da gestão, Bolsonaro está perdendo a confiança de uma parte do eleitorado que se situa no centro. E na medida em que perde o centro, Bolsonaro faz um esforço para não desagradar seu público fiel, aquele à direita.

Se de um lado, o destempero presidencial serve para abastecer as hostes bolsonaristas nas suas redes sociais, igualmente, de outro modo, é combustível para manter a fogueira dos que lhe fazem oposição.

O êxito da gestão seria a grande vitória. Recuperar a economia, gerar empregos, ampliar a produção industrial, melhorar os resultados com o mercado externo, seriam como um tiro de fuzil (usando uma retórica bolsonarista) no peito dos que lhe são oposição.

Lembro-me de João Dória, eleito prefeito de São Paulo em 2016 e que nos primeiros meses alcançou bons índices de popularidade com princípios de gestão eficientes. O ego falou mais alto e abandonou a gestão sonhando com voos mais altos. O resultado é que Dória afundou na mesmice e quase não se elege governador. Se tivesse permanecido com foco na gestão e nos bons resultados, hoje seria presidente da República com certeza.

Bolsonaro não precisa trocar insultos diariamente com as esquerdas, não precisa publicar uma nota de justificativa todo santo dia, não precisa dar declarações como quem conversa no boteco da esquina, não precisa governar pelo twitter.

Bolsonaro só precisa de gestão. De trabalhar pelo êxito da gestão e com paciência esperar os resultados.

O ringue montado pelo presidente para se digladiar diariamente contra seus adversários políticos, é sinônimo de que lhe falta gestão.

É cortina de fumaça para quem não tem gestão.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

BRIGAS DIÁRIAS DE BOLSONARO SÃO CORTINA DE FUMAÇA PARA ENCOBRIR A FALTA DE GESTÃO

19 de Agosto de 2019 | 09:44hs
Imagem [0]

O presidente Jair Bolsonaro precisa ser alertado por alguém que tenha bom senso em seu entorno que tudo que ele precisa para seu governo ser um sucesso é de gestão.

Uma boa gestão vai reconduzir o Brasil aos trilhos do desenvolvimento, vai gerar aprovação popular e vai calar os oposicionistas.

A dificuldade para Bolsonaro é que uma boa gestão exige planejamento, equilíbrio e comando. Exige também paciência e sensatez.  Coisas que lhe faltam.

Com um perfil polêmico e uma demonstração clara de desconhecimento da gestão, Bolsonaro está perdendo a confiança de uma parte do eleitorado que se situa no centro. E na medida em que perde o centro, Bolsonaro faz um esforço para não desagradar seu público fiel, aquele à direita.

Se de um lado, o destempero presidencial serve para abastecer as hostes bolsonaristas nas suas redes sociais, igualmente, de outro modo, é combustível para manter a fogueira dos que lhe fazem oposição.

O êxito da gestão seria a grande vitória. Recuperar a economia, gerar empregos, ampliar a produção industrial, melhorar os resultados com o mercado externo, seriam como um tiro de fuzil (usando uma retórica bolsonarista) no peito dos que lhe são oposição.

Lembro-me de João Dória, eleito prefeito de São Paulo em 2016 e que nos primeiros meses alcançou bons índices de popularidade com princípios de gestão eficientes. O ego falou mais alto e abandonou a gestão sonhando com voos mais altos. O resultado é que Dória afundou na mesmice e quase não se elege governador. Se tivesse permanecido com foco na gestão e nos bons resultados, hoje seria presidente da República com certeza.

Bolsonaro não precisa trocar insultos diariamente com as esquerdas, não precisa publicar uma nota de justificativa todo santo dia, não precisa dar declarações como quem conversa no boteco da esquina, não precisa governar pelo twitter.

Bolsonaro só precisa de gestão. De trabalhar pelo êxito da gestão e com paciência esperar os resultados.

O ringue montado pelo presidente para se digladiar diariamente contra seus adversários políticos, é sinônimo de que lhe falta gestão.

É cortina de fumaça para quem não tem gestão.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br