ATRASO DOS SALÁRIOS TIRA DE ROSALBA O MANTRA DO QUAL ELA SE GABAVA DE SEMPRE PAGAR EM DIA

08 de Novembro de 2019 | 09:57hs

O fatiamento do pagamento de salários dos servidores da Prefeitura de Mossoró, decretado esse mês pela prefeita Rosalba Ciarlini, se reveste como fato marcante para o principal discurso de Rosalba.

Ela sempre se gabou que pagava o salário em dia. Que recebeu a folha com atrasos e que na sua gestão pagou sempre em dia.

Não foi uma, nem duas vezes, que Rosalba repetiu esse mantra.

Com o atraso desse mês, no jogo do “eu nunca...” Rosalba não poderá mais dizer eu nunca paguei com atraso.

Não estou aqui discutindo as razões do atraso, nem se o pagamento na modalidade anterior em que ficavam de fora os adicionais que os servidores tinham direito, era ou não era um pagamento em dia.

O que estou enfatizando é que com o atraso atual, a prefeita perdeu o seu mantra.

Ela pode até fazer discurso se justificando, mas não poderá mais estufar o peito e dizer que pagou sempre em dia.

Isso vai fazer uma enorme diferença daqui pra frente.

O que resta a Rosalba é tentar amenizar o quadro, restabelecendo o quanto antes o pagamento dentro do mês.

Quanto mais demorar, mas o discurso do pagamento atrasado ganha força.

E o pagamento em dia de outrora, vai virar um eco distante.

 

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

ATRASO DOS SALÁRIOS TIRA DE ROSALBA O MANTRA DO QUAL ELA SE GABAVA DE SEMPRE PAGAR EM DIA

08 de Novembro de 2019 | 09:57hs
Imagem [0]

O fatiamento do pagamento de salários dos servidores da Prefeitura de Mossoró, decretado esse mês pela prefeita Rosalba Ciarlini, se reveste como fato marcante para o principal discurso de Rosalba.

Ela sempre se gabou que pagava o salário em dia. Que recebeu a folha com atrasos e que na sua gestão pagou sempre em dia.

Não foi uma, nem duas vezes, que Rosalba repetiu esse mantra.

Com o atraso desse mês, no jogo do “eu nunca...” Rosalba não poderá mais dizer eu nunca paguei com atraso.

Não estou aqui discutindo as razões do atraso, nem se o pagamento na modalidade anterior em que ficavam de fora os adicionais que os servidores tinham direito, era ou não era um pagamento em dia.

O que estou enfatizando é que com o atraso atual, a prefeita perdeu o seu mantra.

Ela pode até fazer discurso se justificando, mas não poderá mais estufar o peito e dizer que pagou sempre em dia.

Isso vai fazer uma enorme diferença daqui pra frente.

O que resta a Rosalba é tentar amenizar o quadro, restabelecendo o quanto antes o pagamento dentro do mês.

Quanto mais demorar, mas o discurso do pagamento atrasado ganha força.

E o pagamento em dia de outrora, vai virar um eco distante.

 

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br