56,7% DOS JOVENS CONCLUEM O ENSINO MÉDIO ATÉ OS 19 ANOS, DIZ ESTUDO

18 de Fevereiro de 2016 | 08:32hs

O Brasil avançou 15,4 pontos percentuais na taxa de conclusão do ensino médio dos jovens até os 19 anos, conforme levantamento do Todos Pela Educação (TPE) com base nos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE.

O percentual subiu de 41,4% em 2005 para 56,7% em 2014, dado mais recente disponível. O total de estudantes formados subiu de 1.442.101 para 1.951.586.

O objetivo do TPE com o levantamento foi monitorar a Meta 4 do movimento – Todo jovem de 19 anos com ensino médio concluído. A meta também monitora a conclusão do Ensino Fundamental até os 16 anos.

Para cumprir a meta, nos próximos oito anos, a taxa de jovens de 19 anos com ensino médio completo suba para 90%. Já a meta estabelecida pelo Plano Nacional de Educação (PNE) é chegar a 2022 com 85% dos alunos de 15 a 17 anos matriculados no ensino médio.

Comentários

Sem comentários. Seja o primeiro.

56,7% DOS JOVENS CONCLUEM O ENSINO MÉDIO ATÉ OS 19 ANOS, DIZ ESTUDO

18 de Fevereiro de 2016 | 08:32hs
Imagem [0]

O Brasil avançou 15,4 pontos percentuais na taxa de conclusão do ensino médio dos jovens até os 19 anos, conforme levantamento do Todos Pela Educação (TPE) com base nos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE.

O percentual subiu de 41,4% em 2005 para 56,7% em 2014, dado mais recente disponível. O total de estudantes formados subiu de 1.442.101 para 1.951.586.

O objetivo do TPE com o levantamento foi monitorar a Meta 4 do movimento – Todo jovem de 19 anos com ensino médio concluído. A meta também monitora a conclusão do Ensino Fundamental até os 16 anos.

Para cumprir a meta, nos próximos oito anos, a taxa de jovens de 19 anos com ensino médio completo suba para 90%. Já a meta estabelecida pelo Plano Nacional de Educação (PNE) é chegar a 2022 com 85% dos alunos de 15 a 17 anos matriculados no ensino médio.

Comentários


Sem comentários. Seja o primeiro.

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br