ALVES E MAIA QUEREM ROSALBA PARA IMPEDIR CRESCIMENTO DE TIÃO COUTO EM MOSSORÓ

17 de Novembro de 2017 | 11:55hs
Imagem [0]

A “combinação” da chapa dos Caciques no RN (Alves, Rosado e Maia) traz um elemento que precisa ser analisado pelo seu aspecto de curiosidade política. 

Estou falando da presença de Rosalba Ciarlini no acordão, através da indicação que ela fará de um nome que disputará como candidato a vice-governador. 

Quando a gente olha para as pesquisas de popularidade e o pacote de vaias que envolve Rosalba, principalmente quando ela aparece nos eventos em Natal, surge a questão: o que levou Alves e Maia a colocarem Rosalba nesse chapão? Principalmente depois que foram eles mesmos que a impediram-na de disputar a reeleição em 2014? 

A resposta é bem fácil. Rosalba é o calço que os caciques necessitam colocar no sapato chamado Mossoró para evitar que Tião Couto capitalize uma maioria considerável de votos em favor de uma chapa oposta. 

Hoje Rosalba se tornou um mal necessário, caso contrário Tião toma de conta do eleitorado da segunda maior cidade do Estado.

 Foi este o motivo pelo qual Alves e Maia tiveram que engolir essa pedra. 

A dúvida que fica é se eles fizeram direitinho a conta do tal custo e benefício. Trazer Rosalba para uma chapa que já está pesada demais de caciques e velharias, vale a pena, só pelo fator Tião Couto? 

E se Tião for candidato ao Governo, vão pedir a Rosalba o antídoto em Mossoró? 

Fica o tema para reflexão. E o fato de Rosalba, rejeitada em 2014, agora servir em 2018.

O QUE SERIA BOM SENSO NA VISÃO DO GOVERNADOR ROBINSON FARIA?

17 de Novembro de 2017 | 11:33hs
Imagem [0]

- “Robinson é candidatíssimo ao Governo”.

A frase dita ao telefone por uma fonte em Natal, finalizou um bate-papo em que esta fonte me informou que o governador Robinson Faria tem dito aos seus interlocutores que irá disputar a reeleição.

Aos seus interlocutores Robinson tem dito que Fátima Bezerra terá a rejeição por ser do PT, Carlos Eduardo não ganha nem em Natal e que nenhum dos dois terá mais votos que ele no RN, em 2018.

Ainda nas suas contas, o governador diz que terá apoio da maioria dos prefeitos e vereadores e que terá nos seus palanques uma ampla coligação de partidos fortes.

Esses argumentos de Robinson não parecem ser apenas imposição de quem deseja convencer os outros, mas a empolgação com que o governador os apresenta passa a certeza de que ele realmente acredita nisso.

Devemos lembrar que em 2016, quando Francisco José Júnior procurou o governador para anunciar que disputaria a reeleição em Mossoró, ouviu de Robinson o seguinte conselho: “político deve ter o bom senso de saber ouvir o povo e entender que não é sua vez”. Ele argumentou com Silveira que sua campanha não teria a menor chance por causa das pesquisas de desaprovação da sua gestão.

“Use o bom senso”, apelou Robinson.

Um ano depois, o governador parece ter mudado seu entendimento do que seja bom senso.

Ele parece não querer enxergar a rejeição do seu governo e faz apostas em alianças que existem apenas nas suas fantasias e devaneios.

Robinson, hoje, tem rejeição altíssima em Natal. Idem na grande Natal. Em Mossoró é uma unanimidade negativa.

Por certo, o governador está apostando nas alianças com os prefeitos das pequenas cidades, nos cheques-esmolas distribuídos aos borbotões nos eventos pelo interior do Estado e nos cafés e restaurantes populares distribuindo comida a preços baixos.

A sua visão de bom senso parece ter ficado restrita no horizonte de convivência com bajuladores, lideranças que querem sugar ainda mais um pouco e aliados que riem às costas e esperam o momento certo de pular fora do barco.

sen·so  (latim sensus, -us, sentido, órgão do sentido, faculdade de sentir, sensação, pensamento)

substantivo masculino

  1. Juízo claro. = PRUDÊNCIA, SISO
  2. Capacidade para sentir. = SENTIDO 

bom senso • Equilíbrio nas decisões ou nos julgamentos em cada situação que se apresenta.

EM NATAL: PROGRAMA DE EDUCAÇÃO POLÍTICO-PARTICIPATIVA (PEPP) SERÁ LANÇADO HOJE

17 de Novembro de 2017 | 10:26hs
Imagem [0]

A Escola Judiciária Eleitoral do Rio Grande do Norte (EJE-RN), lançará na sexta-feira, 17 de novembro de 2017, às 9h, no Centro de Operações da Justiça Eleitoral (COJE), na Rua da Torre, s/n, o Programa de Educação Político-Participativa (PEPP), que tem como finalidade a formação política da cidadania, voltada ao cumprimento dos principais objetivos das democracias Participativa e Deliberativa.

O PEPP é um projeto-piloto que será implementado, inicialmente, junto à comunidade do bairro das Quintas, em Natal. Em sua primeira fase estará voltado ao recrutamento espontâneo de pessoas dos mais diversos segmentos sociais, a fim de constituírem o Comitê de Articulação Cidadã, destinado a promover a discussão pública comunitária em torno das grandes questões locais, do bairro ou da comunidade a que pertencem. Para fomentar o debate público, no período de um ano o Comitê promoverá uma pauta de reuniões comunitárias para difundir os propósitos do projeto da EJE-RN.

PROCON DA ASSEMBLEIA LEVA ATENDIMENTO A CONSUMIDORES DE ANGICOS

17 de Novembro de 2017 | 10:24hs
Imagem [0]

Aproximar os serviços e garantir o direito do consumidor potiguar. Este é o objetivo de mais uma ação do Procon Móvel da Assembleia Legislativa, que desta vez levará a sua unidade itinerante ao município de Angicos, onde ocorrerão atendimentos nos dias 22 e 23 de novembro, das 8h30 às 16h, em frente à Câmara Municipal. De acordo com o presidente da Casa Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), o projeto busca interiorizar as ações do parlamento estadual.

Os atendimentos itinerantes do Procon Legislativo são operacionalizados por meio de uma unidade móvel devidamente equipada para atender a população, oferecendo serviços que vão desde a orientação e distribuição de material educativo até a resolução de conflitos entre consumidores e fornecedores. Segundo o coordenador do órgão, os resultados das ações de interiorização têm sido positivos.

ESMARN TEM INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 24/11 PARA CURSO “COMO ENTENDER E ATENDER BEM NA JUSTIÇA”

17 de Novembro de 2017 | 10:20hs
Imagem [0]

A Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte (Esmarn) está com inscrições abertas até o dia 24 de novembro para os servidores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) que tenham interesse no curso “Como entender e atender bem na Justiça”. A formação ocorrerá no dia 4 de dezembro, na sede da Esmarn e possui carga horária de 10 horas/aula.

O curso visa capacitar os servidores do TJRN para melhor atender o seu público. Dessa forma, o curso pretende ir além da técnica para entender os anseios do jurisdicionado para atendê-lo com educação, presteza e ética.

Os servidores que tenham o interesse em se inscrever no curso devem preencher o formulário de inscrição específico (anexo do edital), e encaminhá-lo para a Esmarn, exclusivamente, via Sistema Hermes. O deferimento das inscrições se dará conforme ordem cronológica.

DÓLAR TEM BAIXA ANTE REAL, DE OLHO NA CENA POLÍTICA E NO EXTERIOR

17 de Novembro de 2017 | 10:18hs
Imagem [0]

O dólar iniciou a sexta-feira em baixa ante o real, acompanhando o comportamento da moeda ante divisas emergentes no exterior e com os investidores ainda mantendo no foco as negociações do governo para costurar a reforma ministerial e, assim, garantir a votação da reforma da Previdência ainda neste ano.

Às 9h49, o dólar recuava 0,09%, a R$ 3,2766 na venda, depois de terminar a véspera em queda de 0,90%, a R$ 3,2797.

MÊS DE DEZEMBRO SERÁ MARCADO PELO MOSSORÓ TERRA DE LUZ

17 de Novembro de 2017 | 10:16hs
Imagem [0]

Seguindo os moldes do Mossoró Cidade Junina, que acontece no mês junho, e do Mossoró Terra da Liberdade, que ocorre em setembro, a Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria Municipal de Cultura, vai dar início ao projeto Mossoró Terra de Luz, evento que vai envolver os festejos de Santa Luzia e clima natalino de fim de ano.

O Mossoró Terra de Luz é um programa de festejos de final de ano, que será iniciado a partir do espetáculo Natalis, encenado no Adro da Catedral de Santa Luzia. Dentro da programação ainda a tradicional iluminação natalina que será instalada em vários pontos da cidade.

A instalação da iluminação será iniciada no próximo sábado, a partir de dois polos, o Polo de Santa Luzia, no entorno da Catedral e o Polo de Papai Noel, nas proximidades da Praça Rodolfo Fernandes (Praça do Pax).

Ainda receberão da iluminação especial as duas pontes que ligam o Centro e a Ilha de Santa Luzia, o Corredor Cultural, as Avenidas João da Escóssia, Santos Dumont e Augusto Severo, além da Praça Duque de Caxias e diversos prédios públicos municipais.

DETRAN-RN SOFRE ATAQUE CIBERNÉTICO, DESLIGA SISTEMA E SUSPENDE ATENDIMENTO AO PÚBLICO

17 de Novembro de 2017 | 10:13hs
Imagem [0]

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) foi alvo de um ataque cibernético nesta quinta-feira (16). Por precaução, o órgão precisou desligar seu sistema e interrompeu o atendimento ao público. O sistema só deve ser religado e voltar a funcionar normalmente na próxima segunda (20).
Em nota enviada à imprensa, o Detran informou:

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) comunica que desligou sua rede de computadores nesta quinta-feira (16), após um ataque ao sistema do órgão, provavelmente provocado por hacker, com tentativa de infecção por ransomware. Como motivo de precaução e para manter intacto seu banco de dados, todo o acesso externo também foi desligado, nos impedindo de realizar atendimento ao público.

Comunicamos aos usuários em geral que todas as providências cabíveis estão sendo adotadas para a solução do problema, bem como foram acionadas as autoridades competentes para que seja iniciada uma investigação e responsabilização dos culpados pelo ataque. Sendo assim, nesta sexta-feira (17), o sistema do Detran-RN não irá funcionar, pois o acesso externo continuará inativo, voltando na próxima segunda-feira (20), após análise final da equipe de Informática. O expediente aos funcionários seguirá normalmente.

TAXA DE DESOCUPAÇÃO NO RN TEM SEGUNDO TRIMESTRE SEGUIDO DE QUEDA

17 de Novembro de 2017 | 10:12hs
Imagem [0]

A taxa de desocupação no Rio Grande do Norte ficou em 13,7% no terceiro trimestre deste ano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É o segundo trimestre seguido de queda. Nos primeiros três meses do ano estava em 16,3%, e caiu para 15,6% no segundo trimestre.

Ainda de acordo com a pesquisa, entre o primeiro trimestre e o terceiro trimestre a população ocupada no estado subiu de 1,281 milhão para 1,319 milhão. Já a população desocupada, encolheu de 250 mil para 209 mil.
O crescimento ocorreu, segundo o IBGE, sobretudo em razão do emprego informal. Praticamente 2 em cada 3 novos empregos foram sem carteira assinada.

Já o rendimento médio efetivamente recebido em todos os trabalhos, pelas pessoas ocupadas, ficou em R$ 1.453, e a massa de rendimento médio real efetivamente recebida por mês ficou em R$ 1,97 bilhão.

Fonte: G1RN.

NO BRASIL, FALTA TRABALHO ADEQUADO PARA 26,8 MILHÕES DE PESSOAS, DIZ IBGE

17 de Novembro de 2017 | 10:10hs
Imagem [0]

A taxa de subutilização da força de trabalho no país ficou praticamente estável no terceiro trimestre do ano, fechando em 23,9% do mercado de trabalho – crescimento de apenas 0,1 ponto percentual frente aos 29,8% relativos ao segundo trimestre. Os números, no entanto, significam que ainda representa 26,8 milhões de pessoas sem trabalho adequado no país.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados hoje (17), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de subutilização, segundo os parâmetros do IBGE, agrega a população desocupada, os subocupados por insuficiência de horas e os que fazem parte da força de trabalho potencial.

Deste total apurado pelo IBGE, 18,5% (o equivalente a 19,2 milhões de pessoas) diziam respeito à taxa combinada de subocupação por insuficiência de horas trabalhadas e desocupação (pessoas ocupadas com uma jornada de menos de 40 horas semanais, mas que gostariam de trabalhar em um período maior, somadas às pessoas desocupadas).

Em relação ao segundo trimestre, essa taxa combinada mostrou estabilidade, uma vez que equivalia a 18,6% do total da força de trabalho. Quando a comparação se dá com o 3º trimestre de 2016, de 16,5%, há um aumento da taxa de 2,1 pontos percentuais.

No terceiro trimestre de 2017, as maiores taxas foram verificadas na Bahia (30,8%), no Piauí (27,7%), em Sergipe (25,2%), no Maranhão (24,9%) e em Pernambuco (24,5%). As menores taxas foram registradas em Santa Catarina (8,9%), no Mato Grosso (12,0%), em Rondônia (12,2%), no Mato Grosso do Sul (12,8%), Paraná (13,0%) e Rio Grande do Sul (13,0%).

Anterior 1 2 3 4 5 Próxima

Sou jornalista há 28 anos, advogado e professor de História. Não sei se sou competente, mas sei que sou responsável com minhas tarefas.

netoqueiroz@uol.com.br